Execução

“A diferença entre saber e fazer”
PREMISSAS

Premissas

Na chamada era do conhecimento, o aprendizado continuo e a valorização da criatividade têm sido dois assuntos recorrentes. Entretanto, o abismo entre a criação das soluções e sua efetiva implementação tem se ampliado de forma preocupante. Por mais preparados e criativos que sejam os executivos e empresários, eles só conseguem capturar o valor disponível no mercado se souberem como executar as estratégias e táticas elaboradas.

Tomado durante muito tempo como um assunto intuitivo, a execução foi sempre muito pouco discutida. A situação está mudando e muitos estudos e ferramentas se materializam para ajudar aqueles que entendem a importância de saber fazer, que vai muito além do simples saber.

Entenda as premissas do treinamento.
OBJETIVOS

Objetivos

Ao final do treinamento o participante:

  • Entenderá a Execução como uma área de conhecimento importante.
  • Saberá dar os primeiros passos rumo ao desenvolvimento de competências ligadas a execução.
  • Terá referências para continuar pesquisando e se desenvolvendo no tema.
  • Estará energizado para iniciar um processo de valorização da execução como diferencial competitivo.
Saiba os objetivos que o treinamento possui.
CONTEÚDO

Conteúdo

  • Lacuna entre saber e fazer: a sensação existente nas empresas de que o saber leva automaticamente ao fazer e a desmistificação do conhecimento como único veículo do êxito.
  • Execução: o que acontece nas empresas que realizam seus planos e quais os ingredientes fundamentais para a boa materialização das idéias.
  • Entendendo a execução como parte do planejamento: a capacidade de entender os recursos organizacionais antes de propor ações.
  • Resultados: o ingrediente fundamental para a existência continuada das empresas.
  • Priorização: a capacidade de selecionar ações em sintonia com os resultados almejados como base para uma boa execução.
  • Responsabilidades: a contribuição de cada área para o atingimento dos objetivos organizacionais.
  • Processos: o ciclo SDCA com base para a execução de atividades padronizadas.
  • Anomalias e Melhorias: o ciclo PDCA para a evolução dos processos.
  • Gestão de Projetos: as etapas que garantem a boa consecução dos projetos.
  • Organização e Execução: a metodologia 5S apoiando a eficácia na execução.
  • Indicadores: desenvolvendo e acompanhando índices que permitam mensurar o êxito na execução.
  • Papel do líder na execução: a proximidade da equipe e o conhecimento dos integrantes.
  • Gestão do Tempo: a contribuição da auto-gestão no tempo.
  • Perfis Psicológicos e Execução: a vocação para a execução e a capacidade de selecionar profissionais com este perfil para acionar a ignição da equipe.
Veja o conteúdo que o treinamento oferece.

RECEBA CONTATO SOBRE O TREINAMENTO