Empowerment

“O Poder do Indivíduo na Tomada de Decisões”
PREMISSAS

Premissas

Na medida em que as organizações crescem, maior é a necessidade de se delegar atividades.

Num ambiente extremamente competitivo, aquele que for mais rápido pode se sobressair imensamente; e uma das formas de fazer isso é delegando atividades táticas, mas muitas vezes estratégicas, característica do Empowerment, conceito que tem como princípio básico a transferência de poder para uma pessoa, que por sua vez terá total responsabilidade por seus atos.

Dessa maneira, os lideres desocupam parcialmente suas mentes, e concentram-se em atividades soberanas.

Entenda as premissas do treinamento.
OBJETIVOS

Objetivos

Ao final do treinamento os participantes:

  • Entenderão o conceito de Empowerment e saberão quais são suas principais características.
  •  Saberão motivar pessoas através da transferência de responsabilidade.
  •  Estarão mais preparados para delegar com confiança projetos de risco.
  •  Ganharão confiança dos funcionários por serem lideres que inspiram confiança.
  •  Saberão designar tarefas e atribuir responsabilidade para subordinados em qualquer área.
  •  Entenderão que a transferência de poder gera ainda mais força para aquele que a transferiu.
  •  Estarão sensibilizados para a importância do Empowerment em qualquer situação, pessoal ou profissional.
  •  Dominarão diferentes técnicas e saberão como utilizá-las junto a diferentes tipos de pessoas.
  •  Entenderão que o processo de tomada de decisão pode ser acelerado significativamente através da utilização correta do Empowerment.
Saiba os objetivos que o treinamento possui.
CONTEÚDO

Conteúdo

  • Contextualização: a descentralização do poder no corrente modelo administrativo.
  • O Tempo e O Empowerment: a capacidade de delegar cria tempo extra para quem lidera e libera energia para atividades mais importantes.
  • Tomada de Decisão: o poder de decidir como diferencial competitivo.
  • Cenários: as premissas implícitas e explícitas que estão por trás de todas as decisões.
  • Intrapreendedorismo: o intrapreendedor como agente decisor.
  • Autonomia: a responsabilidade sob a ótica de quem a recebeu: recursos necessários para ser autônomo.
  • Risco e Erro: como encarar essas duas questões de forma direta e eficaz.
  • Autogestão x Empowerment: a diferença entre duas formas de gestão que levam a resultados diferentes.
  • Relacionamento: a descentralização de poder e a transferência de responsabilidades melhoram o relacionamento entre pessoas de diferentes níveis hierárquicos, gerando uma maior confiança mutua a médio e longo prazos.
Veja o conteúdo que o treinamento oferece.

RECEBA CONTATO SOBRE O TREINAMENTO