O QUE FALAMOS

Gestão do Tempo Além da Boa Vontade

Como disse Carlos Drumond de Andrade:

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente.”

E eis-nos aqui em uma nova fatia: a fatia 2013. E por ser nova, faz muita gente acreditar que vai ser diferente. Talvez seja. Talvez não.

Uma área que muitas pessoas acreditam que vão conseguir fazer diferente é com relação à Gestão do Tempo. Apostam que estarão no controle dessa questão. Insistem com grande vigor e se dedicam verdadeiramente, mas … geralmente falham. E não falham por falta de vontade, como se supõe geralmente. Na era do excesso das publicações da auto-ajuda, querem nos fazer acreditar, que tudo é uma questão de atitude. Não é. O resultado em praticamente todas as áreas da nossa vida é uma junção do processo certo com a atitude certa. Só a atitude não adianta.

Se vontade fosse a única matéria prima do êxito, por exemplo, os agricultores mais produtivos seriam aqueles que trabalham mais duro. Não são. Os mais produtivos são aqueles que usam as técnicas mais avançadas, baseada nos conhecimentos mais atuais. Imaginem um homem e seu arado puxado por uma mula e muita (mas, muuuuita) vontade de trabalhar. Confrontem essa imagem com um trator de última geração pilotado por um bem treinado condutor – talvez até meio desmotivado. Quem produzirá mais? Você sabe a resposta. A técnica e a ferramenta fazem a diferença.

Não quero dizer aqui que sem atitude é possível prosperar. Em um mundo competitivo só a técnica certa, impulsionda pela disposição é capaz de catapultar os resultados. Então, se você quer gerir seu tempo de forma mais efetiva do que fez em 2012, pegue toda essa vontade que bate feito um tambor no seu peito e canalize-a para uma técnica certa. Leia, participe de treinamentos, conheça as ferramentas disponíveis e faça dessa nova fatia, a mais saborosa da sua vida! Feliz 2013 (ainda é janeiro, o cumprimento ainda vale, hahahahah!)


Tags • Gestão Gestão do tempo motivação Planejamento Trabalho

Leia Também

O RH e as demandas de treinamentos O RH e as demandas de treinamentos Você não encontrará novas soluções se ficar olhando as mesmas coisas do mesmo jeito! Marketing e ROI combinam? Informações gerando leads e oportunidades em vendas

Comentários


BUSCA

Receba nossos conteúdos por e-mail: