O QUE FALAMOS

Flow (para quem tem pressa)

Síntese das principais ideias do professor Mihaly Csikszentmihalyi no livro Flow, Living at the Peak of Your Abilities Flow, onda, maré, correnteza

Conforme prometido nos posts dessa semana (link para nossas redes sociais logo abaixo), aqui vai a “minha” síntese das principais ideias do professor Mihaly Csikszentmihalyi a partir do audiobook exclusivo que ele gravou para a Audible.com: Flow, Living at the Peak of Your Abilities. A ideia é oferecer a minha leitura das ideias dele para quem não terá tempo para se dedicar à leitura do livro todo.

Capítulo 1
A essência de uma experiência ótima é aprender a aproveitar cada momento como ele é. Para isso você precisa aprender a estar inteiramente nele. Fazendo isso você conseguirá aumentar a probabilidade de ficar satisfeito com os três tipos básicos de atividades que você desenvolve na sua vida:

  • 1) trabalho;
  • 2) lazer e até
  • 3) Manutenção (alimentação, higiene …)

Capítulo 2
As mais de 8.000 entrevistas nas quais se basearam o estudo mostram que existem oito características predominantemente presentes nas atividades em Flow:

  • 1) Clareza de objetivos de longo e curto prazo
  • 2) Feedback imediato quanto a performance
  • 3) Equilíbrio entre a competência para a atividade e o nível de exigência da atividade
  • 4) Atenção total
  • 5) Eliminação das distrações
  • 6) Controle da atividade, mas em nível desafiador
  • 7) Perda da autoconsciência
  • 8) Perda do senso de tempo

Capítulo 3
Atividades intrinsecamente satisfatórias são chamadas de Autotélicas. Pessoas que conseguem muitas experiencias desse tipo têm cinco características:

  • 1) Estabelecem objetivos amplos (propósitos) e estreitos (o que quero dessa atividade, agora)
  • 2) entendem que tudo o que fazem é fruto de escolhas delas próprias
  • 3) são centradas naquilo que escolherem fazer
  • 4) se preocupam genuinamente com a performance na atividade
  • 5) buscam desafios crescentes

Capítulo 4
Uma fonte de experiencias satisfatórias é o próprio corpo. Atividades físicas, Yoga, sexo e outras podem ser extremamente gratificantes para quem se entrega inteiramente a elas de forma atenta e valorizando todos os cinco sentidos. A ideia central aqui é intencionalidade uso consciente.

Capítulo 5
A segunda fonte mais confiável de satisfação é a mente. O simples uso da memória para reter informações que valorizamos pode ser prazeroso. Ou explorar as habilidades linguísticas para escrever (poesias, por exemplo). A investigação científica também tem esse poder, mesmo que você não seja um cientista. Apesar desse potencial a maior parte das pessoas vê a mente apenas como uma ferramenta para resolver problemas e esquece de seu enorme potencial como fonte de Flow.

Capítulo 6
Estudos mostram que a partir dos seis anos as crianças já consideram estudo e trabalho como um peso. Talvez em função do modelo tradicional de ensino, as pessoas começam a associar essas áreas com tédio e sofrimento, quando na verdade essas são fontes espetaculares de Flow, desde que encaradas da forma certa. Nas atividades profissionais os dois maiores obstáculos são: a falta de variedade e o chefes ruins, o que pode ser superado ao se abandonar uma postura vitimista, encarando esses problemas como desafios superáveis.

Capítulo 7
Relacionamentos são fontes importantes de Flow. Começando com a relação consigo mesmo. Aprender a extrair satisfação da solidão é fundamental. A família também é uma fonte importante de Flow, desde que você invista energia nela. Muitos querem colher uma relação agradável com a família mas não investem nada para conseguir isso. O mesmo vale para os amigos.

Capítulo 8
Em seus primeiros anos as crianças vivem muitas experiência de Flow em função dos desafios que vivem e do aprendizado que precisam encaminhar para viver. Os ambientes escolares começa a inibir essas experiências que geralmente se materializam nas atividades extracurriculares (esporte, aulas de música …). Os jovens urbanos têm ainda mais restrições, e a válvula de escape são os amigos e o interesse pelo comportamento do outro. A preocupação dos adultos com a sobrevivência o atendimento das expectativas sociais afasta as pessoas do desenvolvimento. A meia idade pode ser o começo do resgate na medida em que as pessoas podem ser mentoras formais ou informais o que tem o potencial de ser prazeroso. A velhice pode ser sensacional nesse sentido porque as pressões por resultados diminuem e as pessoas podem voltar a extrair prazer das coisas em si.

Capítulo 9
Uma das situações mais desafiadoras é conseguir aproveitar a vida depois de uma tragédia pessoal. Mas algumas pessoas conseguem. Mais do que isso: algumas transformam problemas terríveis em fonte de aprendizado e desenvolvimento. Essas pessoas entendem, antes de tudo, que stress não é o que acontece com você, mas a forma como você internaliza o acontecimento. Elas reconstroem suas vidas e transformam o desafio de aprender a enfrentar a nova realidade como fonte de elevação. Nessas situações os princípios que sustentam o Flow também são muito úteis.

Capítulo 10
Pessoas excelentes, antes de tudo, trabalham para si mesmas. Para extrair satisfação de suas atividades. Isso as leva a entrar frequentemente em Flow estimulando o aparecimento de soluções criativas e surpreendentes para seus desafios. Para conseguir esse nível de concentração, muitas lançam mão de rituais que preparam suas mentes para o envolvimento total.

Capítulo 11
Pessoas que experimentam sentimentos frequentes de Flow têm propósitos claros em suas vidas, desenvolvem habilidade para caminhar em direção a esses propósitos e fazem escolhas cotidianas com base neles. A sociedade pressiona as pessoas em direção a propósitos genéricos e pasteurizados, tais como dinheiro e poder, mas as pessoas que realmente vivem plenamente a vida desenvolvem propósitos específicos baseados em seus temperamentos, situações e aptidões.

Capítulo 12
Algumas constatações que nascem de perguntas para o professor Csikszentmihalyi são:

  • 1) Relaxamento é importante, mas relaxamento demais gera tanta angústia quanto trabalho demais
  • 2) Buscar apenas um tipo de experiência autotélica pode ser perigoso pois se a circunstâncias te afastam delas a vida perde sentido
  • 3) Flow geralmente leva a excelência em função do envolvimento e a dedicação natural, mas não ao sucesso material que depende de outros aspectos para se materializar, embora aumente a sua chance
  • 4) Para quem não tem sucesso, ele pode parecer a solução dos problemas, mas todos aqueles que o atingem descobrem que a vida satisfatória não nasce dele.

 

Publicado originalmente em: https://www.linkedin.com/pulse/flow-para-quem-tem-pressa-yuri-trafane/

Veja os posts em nossas redes sociais:
https://www.facebook.com/ynnertreinamentos/
https://www.linkedin.com/company/ynner-treinamentos/


Tags • Flow Mihaly Csikszentmihalyi Resumo de Livro Ynner Developing People

Leia Também

Tema apenas o Medo Tema apenas o Medo Aprenda ou Morra! Aprenda ou Morra! Perguntar e Ouvir para Liderar Perguntar e Ouvir para Liderar Appreciative Inquiry (Investigação Apreciativa) Appreciative Inquiry (Investigação Apreciativa)

Comentários


BUSCA

Receba nossos conteúdos por e-mail: